Voltar ao site

Nota de solidariedade a Beth de Oxum

· NOTÍCIAS

No último domingo, dia 17 de novembro, durante o Festival Lula Livre, Mãe Beth de Oxum expressou sua indignação pelos constantes atos de racismo religioso cometidos por diversos líderes de igrejas neopentecostais no nosso Estado e no país.

Mãe Beth fez a denúncia de um projeto político-religioso que está em marcha no Brasil e que tem resultado em violências de vários tipos contra templos, sacerdotes, sacerdotisas e adeptos das religiões de matriz africana.
 

Desde o início desta semana, Mãe Beth vem sendo alvo de acusações de intolerância religiosa por parlamentares e pastores de posição fundamentalista, que exigem que ela faça um pedido público de desculpas por suas palavras.
 

Nós das Juntas reconhecemos que nem todos os segmentos que compõem o que se chama de evangélicos são iguais, pois nos relacionamos com vários setores que são progressistas e defensores dos direitos humanos e da democracia.
 

Entretanto, há também vários segmentos que cotidianamente promovem o ódio e o racismo religioso com seus discursos e suas práticas.
 

Terreiros são invadidos, cultos são interrompidos, pessoas adeptas do candomblé são xingadas nas ruas, objetos sagrados são vilipendiados.
 

Beth de Oxum expressou uma indignação que também é nossa, pois defendemos o direito constitucional ao livre culto e crença, para todos os cidadãos e cidadãs. Afirmamos nossa solidariedade a Beth de Oxum e a todas as pessoas de candomblé que vivenciam uma religião de amor, de respeito, de acolhimento e generosidade.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK

...