Voltar ao site

Juntas pelo adiamento do Enem

A pandemia mudou a conjuntura do país. A permanência da data aumenta as desigualdades sociais.

· NOTÍCIAS

As Juntas são a favor do adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por uma questão de justiça social.

Em meio ao caos e desconsiderando a difícil realidade de estudantes sem acesso a serviços e à rede de internet, o Governo Federal segue com o calendário do Enem sem se importar com as consequências para milhões de jovens que pretendem fazer a prova.

Esse é um dos testes mais esperados pelas estudantes e pelos estudantes, uma vez que define o futuro de muitas e muitos, não podendo ser realizado como se o mundo fosse o mesmo. 😷 O cenário é o de 2,3 milhões de alunas e alunos sem computador em casa, ou seja, quase a metade dos inscritos, de acordo com pesquisa da Casa Fluminense. A maioria é da rede pública e mora nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Se até as escolas particulares que seguem com o Ensino a Distância (EaD), as professoras, professores e estudantes estão tendo dificuldades com a nova forma de aprendizado, imagine a situação dos 33% da população do país que não possui acesso à internet, segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O que era para ser um passaporte de transformação pode gerar ainda mais desigualdades, interditando o futuro de milhares de jovens. As adversidades vão além. Há que se considerar estudantes da zona rural; os que não têm material didático adequado em casa; a falta de acesso à informação e às bibliotecas por causa do isolamento social; a falta de apoio da família e acompanhamento das instituições de ensino.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como dedicar seu tempo aos estudos quando a realidade é sobreviver em meio aos problemas de doença, dificuldade financeira, falta de mobilidade, violência doméstica, sem alimentação e falta d’água? A pandemia do Covid-19 evidencia ainda mais as diferenças e falta de oportunidades enfrentadas pelas pessoas mais vulneráveis.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A Defensoria Pública da União (DPU) já entrou com recurso esta semana para que o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) reveja e adie a aplicação da prova. Não podemos permitir que a corrida pelas vagas do Enem sejam de condições desiguais e prejudicar gerações.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
As Juntas apoiam a mudança da aplicação do Exame. A permanência da data só reforça o caráter elitista de acesso à universidade.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK

...