Return to site

JUNTAS fazem homenagem aos 05 anos do Espaço Trans do Hospital das Clínicas

· NOTÍCIAS

Nesta quarta-feira (16) as Juntas Codeputadas celebraram os 5 anos do Espaço de Cuidado e Acolhimento a Pessoas Trans do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco com uma sessão solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco. É um orgulho para Pernambuco ter hoje um espaço como este, que é uma referência nacional no acolhimento e no atendimento de diferentes demandas da população trans no campo da saúde.

As pessoas LGBT no Brasil são alvo de diferentes formas de discriminação, que se sobrepõem em seu cotidiano, fazendo com que esta seja uma parcela extremamente vulnerabilizada da população com pouco ou nenhum acesso a direitos. As pessoas Travestis e Trans, entre as pessoas LGBT, são ainda mais marginalizadas: quando se faz a análise dos diferentes indicadores econômicos, sociais e políticos da população LGBT, Travestis e Trans estão geralmente nas piores posições.

A ausência da garantia do acesso à saúde é uma das violações de direitos cotidiana para travestis e trans, pois essas pessoas possuem demandas específicas, tanto físicas quanto psicológicas, na área de saúde, e a ausência de profissionais qualificados e disponíveis para o atendimento faz com que haja uma defasagem no acolhimento das demandas dessa população.

O Espaço de Cuidado e Acolhimento a Pessoas Trans do HC foi criado em 2014, quando o hospital recebeu o credenciamento do Ministério da Saúde para a implantação dos procedimentos relativos ao processo transexualizador do SUS.

Com a qualidade do atendimento que vem sendo oferecido no Espaço Trans, o Hospital das Clínicas da UFPE vem se firmando como único hospital público de referência no processo transexualizador no Estado de Pernambuco e o único no Norte e Nordeste a realizar cirurgias de transgenitalização. Tem também grande destaque em nível nacional, pois até agora existem apenas 5 serviços de saúde que oferecem esse tipo de serviço, em todo o Brasil.

Atualmente o serviço realiza o acolhimento de cerca de 280 pessoas, disponibilizando acompanhamento multiprofissional que envolve várias áreas, como Psicologia, Ginecologia, Serviço Social e Cirurgia Plástica. O Espaço também oferece quatro diferentes modalidades de cirurgias de readequação corporal para pacientes Trans, sempre seguindo os parâmetros exigidos pelo seu credenciamento com o Ministério da Saúde.

Mais do que fazer a cirurgia de transgenitalização ou a hormonioterapia, a equipe do Espaço Trans atua a partir de um olhar global, prestando um acolhimento baseado na integralidade do cuidado a essas pessoas que são tão marginalizadas pela sociedade. A cirurgia é vista como só uma das etapas do processo, que pode existir ou não. O profissional de saúde tem a responsabilidade com o cuidado integral das pessoas e isso engloba o respeito à diversidade humana. A transexualidade exige dignidade e respeito.

Em março de 2018, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que transexuais e transgêneros podem retificar o registro civil em cartório sem a necessidade de cirurgia de redesignação sexual (mudança de sexo). Esta é uma importante vitória para as pessoas trans que merece ser destacada.

Considerando que o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo e que na nossa legislação ainda não há uma tipificação para esse tipo de crime, ter o Espaço Trans como um lugar onde se valoriza a vida em sua plenitude e onde se busca garantir o acesso a todos os direitos para todas as cidadãs e cidadãos pernambucanos, sem nenhum tipo de discriminação, é para nós, com certeza, um motivo de orgulho.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK