Voltar ao site

Juntas divulgam resultado do edital com 20 projetos aprovados

· SALA DE IMPRENSA

A mandata coletiva das Juntas codeputadas está honrada em divulgar o resultado final dos projetos aprovados no edital ESTAMOS JUNTAS, de fortalecimento e apoio a pequenos projetos de luta em Pernambuco. Foram 315 projetos inscritos, de 67 municípios e, após um criterioso processo de seleção comandado por uma Comissão de Seleção Externa à mandata, 20 projetos foram selecionados, totalizando R$ 100 mil em apoio. Para a mandata, o processo foi positivo do começo ao fim, gerando um resultado que resume a diversidade de projetos no Estado e incluindo todas as sujeitas prioritárias das mandata, além de contemplar todas as mesorregiões pernambucanas.

Os projetos selecionados são: Agremiação Boi Arcoverde, Associação da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, Associação Socio-Cultural Bondosa Terra, Ateiê Coletivo, Coletivo Afronte, Coletivo Mana a Mana, Coletivo Marginal - Batalha pela Cultura, Coletivo Vida Maria, Comissão Municipal de Juventude Rural de Granito, Fotocante, GTP+, Movimento Diverso, Obirin, Organização de Jovens Truká, Povo Pankararu, Pré-vestibular comunitário Carolina de Jesus, Rádio Amnésia, Recital Boca no Trambone, Rede de Mulheres Negras Evangélicas e Vila Social. Quando divididos entre as mesorregiões do Estado, a região metropolitana do Recife obteve a maioria dos projetos selecionados, somando 11 projetos entre as cidades de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Surubim e Cupira foram os contemplados na região do Agreste Pernambucano, um projeto foi selecionado em cada uma das duas cidades.

A região do Sertão obteve 4 projetos aprovados na seleção do edital, contemplando as cidades de Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Araripina/Arcoverde. Amaraji representa a região da Zona da Mata, com 1 projeto. Finalizando as mesorregiões, o São Francisco Pernambucano foi selecionado com 2 projetos no total, abarcando as cidades de Tacaratu, Jatobá, Petrolândia e Cabrobó.

Entre as sujeitas e sujeitos prioritários da mandata, os projetos voltados para a proteção dos direitos da juventude conseguiu o maior número de projetos selecionados, 5 no total, e foram seguidos pelos grupos de mulheres e negritude que obtiveram 3 projetos selecionados cada. Projetos voltados para o público LGBT tiveram 2 projetos comtemplados na seleção do edital. Indígenas, Quilombolas e pessoas com deficiência obtiveram 1 projeto selecionado cada, assim como projetos com mais de uma sujeita prioritária envolvida como: Mulheres/Negritude e Indígenas/Juventude. Projetos sem especificidades conquistaram um selecionado.

O edital é voltado a projetos no campo dos direitos humanos, da comunicação, das artes, da economia sustentável e solidária, da moradia, da educação, da agroecologia, do trabalho, da mobilidade, da pesquisa, da cultura tradicional e popular e de aperfeiçoamento da democracia. Especialmente as iniciativas que contribuam para a emancipação e melhoria de vida das nossas sujeitas e sujeitos prioritários na mandata das Juntas: mulheres diversas, pessoas negras, população LGBTQIs, pessoas com deficiência, povos tradicionais, população indígena. As iniciativas selecionadas receberão um subsídio de até de R$ 5 mil reais, em forma de doação de pessoa física, para executar o projeto inscrito. O apoio será efetivado no dia 18 de dezembro.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK